Para meus amigos e colegas - Martin Scorsese

Assunto: Nossos filmes

Tudo que estamos fazendo não significa nada!

Todo nosso trabalho extenuante e nosso esforço criativo não valem nada porque nossos filmes estão desaparecendo. Não estou me referindo ao terrível problema com o qual muitos já estão familiarizados, mas a algo mais imediata, (a descoloração). Desde há alguns anos a descoloração do filme atingiu seu ponto crítico. Precisamos enfrentá-la agora; ela não pode ser ignorada por mais tempo.

Todo apoio na divulgação das preocupações com este problema é altamente louvável, mas não é mais o suficiente. A simples consciência do fato de o filme colorido desbotar não é o bastante. Precisamos agir agora, ou os filmes que estamos fazendo na década de 80 sofrerão a mesma destruição indiscriminada que atingiu os filmes feitos nos últimos quarenta anos. Continuar trabalhando com um filme virgem que seguramente deteriora em questão de meses é insultante e selvagem.

Não temos outra escolha senão agir para combater essa situação que é absolutamente intolerável.

A Eastman Kodak nada fará para resolver o problema, simplesmente porque os lucros financeiros imediatos e escandalosos importam mais do que a qualidade do produto. Enquanto for conveniente para seus interesses, a Eastman Kodak - através de seu monopólio nos Estados Unidos e em muitas outras partes do mundo continuará responsável pela destruição de nosso trabalho passado e presente. Ela nos burla e será responsável pela deturpação proposital da futura história do cinema.

Precisamos agir para acelerar e encontrar a solução para a estabilidade e a permanência da cor nos filmes, solução que pode e deve ser encontrada nesta década. Os cientistas e pesquisadores que trabalham independentemente neste projeto fazem-nos com recursos lamentavelmente inadequados. Esse é o único obstáculo para a descoberta da solução técnica para o problema. Com nossa ajuda esse obstáculo pode ser removido.

Se nos unirmos, organizarmos e agirmos energicamente teremos maneiras eficazes de atacar o problema. Uma organização de fotógrafos, diretores e outros membros da comunidade cinematográfica pode agir coletivamente, gerando publicidade e levantando dinheiro. Não só procuraremos atrair recursos de instituições privadas e governamentais como, de nossas posições na indústria, poderemos angariar o apoio e os recursos de produtores e dos próprios fabricantes de película.

Nós, membros e defensores dessa organização contribuiríamos anualmente para um fundo de pesquisa e desenvolvimento da tecnologia da cor. Insistiríamos na inclusão de cláusulas em nossos contratos exigindo a feitura de um negativo branco e preto separado em três suportes como forma de nos garantir contra a instabilidade da cor do filme virgem e também a feitura de uma cópia ("answer print") desse negativo, de forma a assegurar um registro correto. Mas ficaria claro que os negativos em três suportes são um meio temporário de preservação porque, se não armazenados convenientemente, um negativo pode encolher, tornando todos os três inúteis.

A solução de preservação mais prática e econômica é o desenvolvimento de um FILME COLORIDO ESTÁVEL. Assim, se vocês prezam seu trabalho e o futuro dele, empreste-nos seu nome e seu apoio. Em anexo está uma carta para a Eastman Kodak, solicitando uma ação imediata para melhorar a deplorável condição do filme colorido que ela fabrica e nos fornece. Como primeiro passo, por favor junte-se a nós no abaixo assinado.

Se você tem perguntas, idéias, preocupações ou sugestões não hesite em escrever para Martin Scorcese, a/c Charteff Winkler Productions 110 West 57 Street, New York, N.Y., 10019.

Unidos teremos força para encontrar a solução.

Saudações,

Martin Scorcese.

À Eastman Kodak

O problema da descoloração do filme atingiu seu ponto crítico e não pode mais ser ignorado. A instabilidade da película colorida Kodak está causando um dano irreparável a nossos filmes. Os filmes que fizemos no passado estão deteriorando drasticamente ou definitivamente perdidos. Devemos encontrar a solução para este problema, não só para eliminar essa ameaça aos filmes que estamos fazendo agora, mas para salvar os feitos no passado e que ainda podem ser salvos.

Sendo a Eastman Kodak a única grande fabricante de filme colorido do mundo e a principal fonte de película cinematográfica, essa companhia deve ser considerada responsável pelo defeito da instabilidade da cor inerente ao filme virgem.

Enquanto o preço do filme aumentou enormemente com o correr dos anos, nada foi ou está sendo feito para resolver o problema da descoloração do filme.

Essa falha está destruindo o nosso trabalho.

Nós, abaixo assinados, estamos unidos em nossa determinação de encontrar e estimular a solução para o problema. Sentimos que é do interesse da Eastman Kodak não apenas reconhecer a severidade do problema como, mais importante, compreender e aceitar que uma ação concreta deve ser empreendida agora para acelerar e alcançar a solução que precisa ser encontrada nessa década. Se o problema não for sanado, pretendemos usar métodos de produção alternativos que estão atualmente sendo explorados e cogitados.

Tendo em vista o exposto acreditamos que a Eastman Kodak deve reconhecer sua responsabilidade frente às pessoas que serve e precisa assumir o principal papel na pesquisa e no desenvolvimento da película colorida estável. Pedimos e esperamos sua inteira colaboração neste assunto e rogamos sua ação imediata. Por favor, não subestimem o poder coletivo que temos nas áreas da propaganda, na conquista de apoio e participação dos produtores e distribuidores cinematográficos e, se necessário, no encontro de um fornecedor alternativo de filme virgem.

Nossa preocupação é tal que pretendemos usar todos os meios à nossa disposição para encontrar a solução para o problema que ameaça nosso trabalho. Sabemos que a solução existe e sentimos que a sua descoberta está atrasada. Daí esta petição. Confiamos que a Eastman Kodak responderá positivamente e nos apoiará. É tanto de seu interesse fazê-lo como é do nosso que o faça.

Martin Scorcese